Vereadora do PSOL é assassinada e caso chama mais atenção para a guerra no Rio

Marielly cópia
Fotos: Reprodução Facebook Oficial

A vereadora Marielle Franco, do PSOL, foi assassinada na noite de ontem, dentro de um carro na Rua Joaquim Palhares, no bairro do Estácio, na Região Central do Rio. Além da vereadora, o motorista do veículo, Anderson Pedro Gomes, também foi atingido e morreu. A assessora de Marielle, que também estava no carro, foi atingida por estilhaços. A principal linha de investigação da Delegacia de Homicídios é execução.
De acordo com a polícia, bandidos em um carro encostaram ao lado do veículo onde estava a vereadora e dispararam. Ela foi atingida com pelo menos quatro tiros na cabeça. A perícia encontrou nove cápsulas de tiros no local. Os assassinos fugiram sem levar nada.

LEIA ESSA MATÉRIA COMPLETA NA EDIÇÃO DE SEXTA (16) OU NA VERSÃO ONLINE EXCLUSIVA PARA ASSINANTES.

Deixe um Comentário