Time argentino protagoniza feito incrível e se classifica na Libertadores

Foto: Reprodução/internet

Foto: Reprodução/internet

 

Do inferno ao paraíso! Essa deve ser a frase que mais ilustrou a história pelo qual o time argentino do Tucumán passou na noite de ontem. A equipe viajou para Quito para enfrentar o El Nacional em confronto pela Libertadores e venceu o confronto por 1 a 0, passando para a próxima fase, mas a vitória, apesar de magra, foi construida com maestria e gigantismo.

No momento em que a delegação estava para pegar o voo, saindo da Argentina com destino a Quito, no Equador. Após problemas na documentação, os jogadores foram impedidos de seguir para a partida e o embaixador argentino precisou intervir e conseguiu que o jogo fosse adiado em uma hora e meia, mas caso a equipe não chegasse a tempo, seria desclassificada com um W.O.

Após todos os detalhes burocráticos, apenas 19 jogadores e seis membros da comissão técnica foram liberados para o jogo. Eles entraram num ônibus alugado e seguiram a 130 km/h, escoltado por policiais, para o estádio e chegaram a tempo, mas com a bagagem presa no aeroporto, tiveram que inovar.
A seleção argentina sub-20 do Tucumán, que havia jogado mais cedo no mesmo estádio, emprestou os kits de jogo para o clube, que foi a campo trajando as cores da seleção e com as chuteiras dos jogadores da categoria. A partida foi equilibradíssima e o momento de explosão aconteceu aos 18 minutos do segundo tempo, quando Cárdena completou cruzamento e confirmou a vitória dos visitantes.

Por: Lucas Mendes/ Jornal Hora H

Deixe um Comentário