Temporal causa alagamentos e prejuízos na Baixada e mortes na Capital

Caminhão preso em uma rua alagada durante as fortes chuvas no Rio de Janeiro.

Edição: Jota Carvalho / Hora H / 01/03/2020

A cidade do Rio de Janeiro está em Estágio de Alerta desde 0h20 de hoje (1º de março) com a previsão de chuva forte a muito forte nas horas subsequentes. A cidade foi atingida por um temporal na madrugada deste domingo.
Pelo menos duas mortes foram registradas na madrugada, na Zona Oeste durante temporal. De acordo com o Corpo de Bombeiros, um homem, ainda não identificado, foi vítima de desabamento no Tanque e uma idosa teria morrido eletrocutada na Taquara.
O Corpo de Bombeiros informou que a morte do homem ocorreu na Rua Almirante Melquíades de Souza. No local, houve um deslizamento de terra seguido de desabamento de imóvel por volta das 4h25. O homem morreu no local. Já por volta das 5h58, os bombeiros foram chamados na Taquara onde uma idosa foi encontrada morta no cruzamento da Rua Apiacás com a Estrada do Tindiba. Ela foi identificada como Vânia Nunes, de 75 anos.
Por conta dos alagamentos, o BRT interrompeu o serviço no corredor Transcarioca. Já nos corredores Transoeste e Transolímpica os ônibus estão circulando com intervalos irregulares, também em decorrência de alagamentos. A Supervia interrompeu as operações nos ramais Japeri e Santa Cruz por um bom tempo.
O temporal também causou o desabamento de uma casa em Magé, na Baixada Fluminense. Dois adultos se feriram e foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros.

São João de Meriti e outras cidades da Baixada Fluminense tiveram trechos da Via Dutra paralisados por algumas horas  ( Foto: Júlia Arraes/GloboNews)

Por conta do fechamento ao trânsito da Avenida Brasil, trechos enormes da Via Dutra, na Baixada Fluminense sofreram retenções na manhã e início da tarde deste primeiro dia de março.
A Defesa Civil municipal acionou 27 sirenes em 13 comunidades da capital para alertar moradores sobre o risco de deslizamentos.
Segundo o serviço meteorológico da prefeitura, o Alerta Rio, mais núcleos de chuva intensa estão se deslocando no Oceano em direção à Região Metropolitana. Há possibilidade de chuva forte a muito forte nas próximas horas, e os bairros do litoral devem ser os mais atingidos.
Nas últimas 24 horas houve registro de mais de 100 milímetros de chuva em diversas partes da zona oeste, como Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Recreio, Bangu e Campo Grande. A estação meteorológica Avenida Brasil/Mendanha chegou a registrar 61,4 mm em apenas uma hora.
Com o temporal, vias importantes da cidade apresentaram acúmulo de água, como a Avenida Brasil, que precisou ter as pistas centrais interditadas na altura de Irajá. Ao todo, 37 vias chegaram a ser interditadas por bolsões d’água e três quedas de árvore também impactaram o trânsito.
A Prefeitura do Rio de Janeiro recomenda que os moradores e visitantes da cidade evitem deslocamentos. Além dos impactos da chuva, o Rio ainda conta com interdições necessárias para o desfile das campeãs na Marquês de Sapucaí e blocos de rua.

Nova Iguaçu em Estágio de Alerta

Equipes da Prefeitura de Nova Iguaçu (Defesa Civil, Infraestrutura, Assistência Social, Meio Ambiente e Empresa de Limpeza Urbana) estão percorrendo o município para verificar os bairros atingidos pelas chuvas que caem sobre a cidade desde a madrugada de hoje (1). Há alagamentos em algumas regiões, como Km 32, Cabuçu, Caiobá, Vila São Teodoro, Prado Verdes, mas sem nenhuma ocorrência grave até o momento (14h de domingo).
Uma árvore caiu na Estrada de Madureira, perto dos condomínios Vila Provance e Chamonix, interditando as duas vias. Equipes do Corpo de Bombeiros estão no local.
O município está em estágio de alerta e a previsão é que ocorram pancadas de chuva moderada a forte ao longo do dia.
A Defesa Civil orienta que a população fique atenta aos comunicados emitidos. Se você ainda não se cadastrou, envie seu CEP por SMS para 40199 e receba os alertas em seu celular. Qualquer alteração ou emergência comunique imediatamente a Defesa Civil pelo telefone 199 ou 3779-0660. (Fonte: Agência Brasil / Hora H)

Deixe um Comentário