TCE suspende 'contrato de lixo' de 30 anos em Meriti

sandro
sandro

(Foto: Reprodução da internet)

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) determinou, nesta terça-feira (13), que o prefeito de São João de Meriti, Sandro Matos (PHS), não assine qualquer contrato para a concessão dos serviços de limpeza urbana com a empresa Verde Gestão de Serviços e Resíduos Ltda.

O moço — que está no fim do seu segundo mandato — chegou a homologar a licitação, por R$ 1,7 bilhão, para conceder os serviços por… 30 anos!

O valor é o triplo do total do orçamento da cidade em 2016.

Revisão

Sandro também firmou uma parceria público-privada com a Urbeluz Energética S.A.

Desta vez, para gerir a iluminação pública pelos próximos 25 anos, por R$ 1,5 milhão ao mês.

As licitações não foram submetidas ao TCE, como de praxe.

Diante dos números — e, principalmente, dos prazos! — o tribunal acatou o pedido de representação feita pelo deputado Iranildo Campos (PSD) e fará uma auditoria nos contratos de Sandro.

Novidade

“Tenho 16 anos no tribunal, e nunca vi uma concessão, por 30 anos, para os serviços de limpeza”, estranhou o presidente da corte, Jonas Lopes de Carvalho.

Via Berenice Seara/Extraonline

 

Deixe um Comentário