TCE investiga atos de Biriba na Câmara de Mesquita

Biriba-01

O presidente da Câmara Municipal de Mesquita, Marcelo Santos Rosa, o Marcelo Biriba (PRB) está em maus lençóis. Por determinação da conselheira e presidente interina da Corte, Mariana Montebello Willeman, um auditor de carreira irá investigar os atos do Legislativo.
Na manhã de ontem, um agente da Delegacia Fazendária esteve na sede da Câmara e chegou a fotografar a fachada prédio localizado na região central do município. Esta não é a primeira vez que o vereador é alvo de investigação. No começo deste ano ele foi convocado a comparecer à Delegacia Fazendária, na sede do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), para explicar por que pagou R$ 100 mil a duas empreiteiras durante o recesso parlamentar..
Uma reportagem exibida pelo SBT mostrou que vereadores que fazem oposição ao presidente não foram informados sequer sobre qual obra exatamente teria sido contratada pelo valor. Segundo informações, no processo não existe licença de obras ou consulta sobre a necessidade do gasto. E ainda, a empresa que levou a maior parte do valor foi acusada de envolvimento em um esquema que desviou R$ 10 milhões dos cofres públicos de Mangaratiba, na Costa Verde. O órgão investiga corrupção passiva, peculato, desrespeito às normas de licitação e organização criminosa.

Por Antonio Carlos Souza / Hora H

Foto: CMM / Arquivo

Deixe um Comentário