Suspeito morre e outros cinco são presos em operação policial em São João de Meriti

Operação em Meriti (1)

Os agentes que participaram da operação e o material apreendido: arma, drogas, carregadores e munição/Divulgação 

Um suspeito morreu e cinco foram presos em ação das polícias Civil e Militar em duas comunidades contra traficantes envolvidos em homicídios e roubos de veículos

Um suspeito morreu e outros cinco foram presos durante a Operação Força Amiga 1, desencadeada em São João de Meritio pelo batalhão da área (21º BPM) e a degacia da Polícia Civil do município (64ª DP) na manhã de ontem. O objetivo era prender traficantes das comunidades Favela da Linha e Jaqueira envolvidos com homicídios, roubos de veículos e extorsões. As regiões ficam próximas ao Complexo do Chapadão.
De acordo com informações, dos cinco presos, um foi baleado e levado custodiado para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunese, em Duque de Caxias. Dos outros quatro, três foram capturados em flagrante por associação ao tráfico e um era foragido da Justiça. Na ação, as equipes apreenderam uma pistola, drogas e radiotransmissores Diversas barricadas montadas pelos criminosos foram destruídas.

Investigações começaram em 2019
Segundo o titular da 64ª DP, delegado Vinicius Domingos, as investigações na região começaram em janeiro do ano passado. Desde antão, a unidade já fez quatro operações na região. “Duas delas foram para reprimir um caso de sequestro, extorsão, roubo e tentativa de homicídio contra duas pessoas, além do tráfico de drogas e associação ao tráfico; as outras duas ações foram para prender criminosos envolvidos com a morte de um comerciante”, disse. Vinicius enfatiza o apoio da PM nas ações. “Desta vez foi feito um trabalho em conjunto com a Polícia Militar, já que ela tem objetivos em comum nessa área, que é a retirada de barricadas e repressão ao tráfico de drogas. Com isso, aumenta a nossa capacidade operacional e diminui a chance de confronto”.
O nome da operação, Força Amiga 1, é uma alusão a primeira participação da PM na ação junto com a Polícia Civil.

Deixe um Comentário