Sucessor de Beltrame assume Seseg com dívida de R$ 100 milhões

sa-vale

sa-vale

O novo secretário de Segurança do Rio, Roberto Sá, de 49 anos, toma posse nesta segunda-feira, numa pasta com dívida de R$ 100 milhões. Técnicos do governo calculam que, se juntar esse valor com o déficit das polícias Civil e Militar, o rombo atinge R$ 500 milhões. A maior parte da dívida se refere a atrasos no pagamento de fornecedores de equipamentos para as polícias e a contas que não foram pagas.

Além de gerir os gastos, o novo secretário precisará administrar duas polícias sem previsão de pagamento de salários para o fim do ano. A cerimônia de posse está marcada para esta manhã no Palácio Guanabara, sede do governo do Rio.

O substituto de José Mariano Beltrame deve anunciar o novo chefe da Polícia Civil, em substituição ao delegado Fernando Veloso, e o novo comandante da Polícia Militar, que entrará no lugar do coronel Edson Duarte – a saída de Edson ainda não foi anunciada. Desde a última quinta-feira, Sá ouviu delegados e coronéis da PM na sede da Secretaria no Centro do Rio.

Deixe um Comentário