Secretaria de Educação de São João de Meriti promove Jornada Pedagógica

Professor Doutorando Julio Cesar palestrante
Foto: Divulgação

Profissionais da rede municipal de ensino de São João de Meriti estão mobilizados, até esta quinta-feira (15), na Jornada Pedagógica 2018, evento promovido pela Secretaria Municipal de Educação, na sede da Universidade Estácio de Sá no município. O encontro tem por objetivo trazer aos profissionais da área esclarecimentos e reflexões em relação ao trabalho e a importância de cada um na escola.
A Abertura, na noite de terça-feira (13), contou com a presença de autoridades, gestores, professores, funcionários e coordenadores da rede municipal. Participaram da mesa principal a subsecretária de Educação, Rita de Cássia; o subsecretário de Planejamento, Helio Porto; a gestora da Estácio de Meriti, professora Fernanda Garcia e a presidente do Setor da Supervisão da Educação, Rose Lyrio. Com base no tema proposto O Sentido da Educação, os convidados fizeram reflexões sobre os desafios que os profissionais da área enfrentam e, mesmo com todas as barreiras, a capacidade que possuem de sempre fazer o melhor.

Conhecimento e Troca de experiências
Para o subsecretário Helio Porto, a Jornada é uma oportunidade para a troca de experiências. “É mostrar que todos temos autonomia para fazer o que for melhor de acordo com nossos conhecimentos. É perceber o que se pode agregar nas nossas ações junto com o conhecimento do outro. Cada profissional tem seu valor e todos podem trabalhar juntos para os desafios que nos são dados”, afirmou.
O palestrante Julio Cesar Araújo dos Santos, professor-doutorando pelo PPGEDUC Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares pela UFRRJ, levou a temática “O Sentido da Educação na Diversidade”. A discussão abordou o papel do professor e a Educação como prática de Liberdade, incluindo o debate sobre a questão da igualdade racial e o preconceito em relação às diferenças culturais, de raça e religião.
“Nossos discentes precisam ser ativos e não passivos. O que se faz necessário é priorizar os valores de cada jovem para que ele tenha autonomia em saber o que fazer no que abrange seus conhecimentos e intelecto. E o sentido disso é o profissional da Educação estar preparado, presente dentro da sala de aula… é acreditar que pode fazer o trabalho de educar, no espaço do convívio entre os alunos e professores, funcionários, enfim, toda equipe que compõe a escola”, ressalta Julio Cesar.

Coral brinda convidados com clássicos de Noel Rosa
O primeiro dia de evento teve ainda apresentação do Coral Estudantil Meritiense (CEM), coordenado pelo professor de Artes e Implementador de Música, Ezequias Amorim. O grupo, composto por alunos da rede pública do município, interpretou, de forma lírica, canções de MPB, dando ênfase na Cultura Brasileira e na poesia de Noel Rosa.
“Implementar a música na Educação é mostrar novos horizontes aos jovens para que eles façam a diferença na nossa sociedade. Só tenho a agradecer à diretora Sônia, que abriu as portas para nosso Coral em seu espaço na escola Adérito Gomes Gouveia”, relatou Ezequias.

Deixe um Comentário