SEAP negocia audiência de custódia por videoconferência para evitar locomoção de criminosos

MONTAGEM PARA SITE
Foto: Reprodução / Daniel Castelo Branco

A Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) negocia com o Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ) para que os acusados de integrar o grupo de milicianos, “Liga da Justiça”, presos em flagrante durante a megaoperação no último sábado, realizem a audiência de custódia por videoconferência. A solicitação visa impedir a locomoção do grande número de criminosos que requer um forte esquema de segurança.

LEIA ESSA MATÉRIA COMPLETA NA EDIÇÃO DE TERÇA-FEIRA (10) OU NA VERSÃO ONLINE EXCLUSIVA PARA ASSINANTES.

Deixe um Comentário