Saúde e Educação participam de seminário de ações estratégicas em Porto Real

28946138_1756338237765395_38906808_o
Foto: Divulgação

Representantes do Programa Saúde na Escola (PSE), composto por profissionais das Secretarias de Saúde e de Educação, participaram na terça, 20, do Seminário PSE: Planejando Ações e Diálogos entre Saúde e Educação, promovido pelo Grupo de Trabalho Intersetorial Estadual (GTI-E) e o Colegiado Estadual do Programa Saúde na Escola (PSE). Com o objetivo de integrar ações e estratégias dos setores envolvidos, o seminário aconteceu na UERJ/Maracanã, no município do Rio de Janeiro. Na ocasião os mais de 300 presentes, de 87 municípios do estado do Rio de Janeiro, discutiram temas como os objetivos do PSE, os desafios, as boas práticas e a necessidade de integração entre a Saúde e a Educação. A Superintendência de Atenção Básica dividiu as discussões em grupos temáticos: Álcool, Tabagismo e Outras Drogas, Saúde Bucal, Imunização, Alimentação e Nutrição, Práticas Corporais, Combate ao Aedes Aegypti, Doenças em Eliminação, Direito Reprodutivo e Prevenção de IST e Violência e Cultura de Paz.
“O PSE é uma estratégia de integração da saúde e educação para o desenvolvimento e cidadania e da qualificação das políticas públicas brasileiras. As experiências relatadas durante o Seminário foram de extrema importância para um melhor desenvolvimento das ações de prevenção e educação em saúde em Porto Real. Isso nos auxilia consideravelmente na elaboração de todo o cronograma de atividades que serão realizadas nas escolas. O PSE é calçado em 12 estratégias que envolvem temas como a prevenção de doenças, de uso abusivo de álcool e de drogas; paz, cidadania e direitos humanos; saúde bucal, alimentação saudável, saúde auditiva e ocular e combate ao Aedes aegypti, entre outros assuntos relacionados”, esclareceu a coordenadora do PSE, Ingrid Resende, que compareceu ao Seminário e ainda relatou que as primeiras atividades acontecem no próximo mês de abril, quando é comemorado o Dia Mundial da Saúde.
O secretário de Saúde, Luiz Fernando Curty Jardim destacou as atividades planejadas para o ciclo do PSE em 2018. “O município de Porto Real através das capacitações traz importantes contribuições que vão somar aos planejamentos já existentes na execução do PSE no município. No mês de abril, as Secretarias de Saúde e de Educação estão planejando diversas ações entre Unidades de Saúde da Família e as escolas. Também em abril vamos realizar um bate-papo com os alunos do Colégio Estadual República Italiana sobre o tema violência contra a mulher e ainda sobre infecções sexualmente transmissíveis e gravidez na adolescência. Outro assunto para o próximo mês é o bulling, que será abordado na Escola Marina Graciani Fontanezzi”, destacou o secretário ressaltando que as ações do PSE acontecem em 11 unidades escolares, sendo 10 municipais e uma estadual.
O evento também contou com as presenças da superintendente de Programas de Saúde, Giane Aparecida Gioia e da coordenadora de Implantação de Sistemas da Secretaria de Educação, Rigelda Maria.

Febre amarela
Os municípios de Porto Real, Quatis, Resende, Itatiaia, Barra Mansa, Volta Redonda, Barra do Pirai, Pinheiral, Piraí, Rio Claro, Rio das Flores, Valença e Volta Redonda participaram na última terça, 20, de uma capacitação sobre o tema: Diagnóstico e Tratamento da Febre Amarela. Os assuntos abordados através de uma palestra ministrada pelo médico Pedro Guimarães Coscarelli, que é professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) durante o evento realizado no auditório do Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB), em Volta Redonda, foram: diagnóstico, tratamento, exames e notificações de casos.
O evento foi uma solicitação do Núcleo de Vigilância em Saúde da Região do Médio Paraíba em parceria com a Assessoria de Doenças Transmitidas por Vetores e Zoonoses da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro. Conforme informações da Coordenadoria de Imunização, o objetivo é fortalecer o atendimento aos pacientes suspeitos de febre amarela a fim de prevenir complicações e óbitos relacionados à doença.
Representaram o município de Porto Real o secretário de Saúde Luiz Fernando Curty Jardim, os médicos Flávio Alves Barradas e Andressa Ribeiro de Almeida; a médica veterinária e coordenadora de Vigilância Sanitária, Cássia Pitasse Cunha; o biólogo Flávio Luís Leite, a coordenadora de Imunização, Kátia Helena Virgílio Silva e a enfermeira Alessandra de Souza Gomes Almeida.

Deixe um Comentário