Projeto Mais Vida Menos Lixo conscientiza população em Itaguaí

Aluno da rede municipal observa a evolução do mosquito da dengue no laboratório montado na praça
Foto: Rui Okada

A Praça Vicente Cicarino, no centro de Itaguaí, recebeu nesta quarta-feira (21/3), a abertura do projeto Mais Vida Menos Lixo, realizado pelas Secretarias Municipais de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca; e de Educação e Cultura, e com participação das secretarias de Saúde, Ordem Pública e Assistência Social. Oficinas e apresentações de alunos mostraram ao público a importância do descarte correto de resíduos e da reciclagem.
O projeto será realizado todos os meses, até dezembro, em uma localidade diferente da cidade. Estão no cronograma os bairros de Chaperó, Santa Cândida, Coroa Grande, Mazomba, Teixeira, Vista Alegre, Engenho, Weda, Ibirapitanga, Ponte Preta, Monte Serrat, Reta, Brisamar, Ilha da Madeira, Jardim América, Piranema, Vila Margarida e Estrela do Céu.
“Estivemos reunidos durante três meses planejando o Mais Vida Menos Lixo e hoje temos o prazer de dar início ao projeto. O futuro do nosso país está aqui. Sem as crianças, professores e diversos profissionais envolvidos não vamos a lugar algum. São eles que vão levar as ideias a diante. A mudança só vem com ação e muita dedicação” destacou o secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, Jailson Barboza.
A coordenadora de Educação Ambiental, da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, Patrícia Plácido, explicou o objetivo do projeto e como será a participação das escolas do município.
“O objetivo do Mais Vida Menos Lixo é trabalhar a educação ambiental no município de forma integrada, multidisciplinar e única. Delimitamos o projeto por bairro para que assim a mensagem possa chegar a todo o município. Para a abertura, convidamos escolas pioneiras, que já desenvolvem ações de educação ambiental com os alunos”, disse.

Atividades
Durante toda a manhã, quem passou pela Praça Vicente Cicarino teve a oportunidade de participar das oficinas e assistir às apresentações dos alunos das Escolas Municipais Monteiro Lobato, João Vicente Soares, Maria Guilhermina de Souza Freire, Fazenda Santa Cândida e Amauri Ferreira. A Secretaria Educação e Cultura também fez uma apresentação sobre a história dos 200 anos de Itaguaí, através do projeto Leitura Cultural.
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente levou seu ecoponto, com demonstração de móveis sustentáveis de pneus e palletes, lixeiras e cones ecológicos de pneus insersíveis, além de promover doação de mudas.
A Secretaria Municipal de Saúde levou profissionais da odontologia para mostrar as técnicas corretas de escovação e orientar as pessoas sobre os cuidados importantes com a saúde bucal. O Departamento de informação, Educação e Comunicação em Saúde também esteve presente mostrando como se evitar o foco do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zyka e chikungunya.
Além da participação das secretarias, o projeto contou com o apoio de empresas instaladas no município, como a Porto Sudeste e Vale. Alunos da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) também participaram com atividades relacionadas à reciclagem.

Deixe um Comentário