Programa Rio Leite financia o aumento da produção no estado do RJ







Agrofundo concede empréstimos a juros baixos para produtores de leite/Divulgação/Governo do RJ

O Dia do Leite é comemorado nesta terça-feira (1/6). Mas o Governo do Estado trabalha para que a celebração aconteça diariamente na mesa da população. E para isso criou o programa de fomento Rio Leite, voltado aos produtores e conduzido pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento.

Através desta linha de crédito, que faz parte da carteira do Agrofundo, com diversos programas voltados para o agronegócio, é possível obter financiamentos a juros mais baixos para ampliar a produção.

Os produtores podem investir em suas instalações e na melhorias das pastagens, com limites que variam entre R$ 30 mil e R$ 70 mil, com prazo de pagamento de até 60 meses e juros de 2% ao ano.

Segundo a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro (Emater-Rio), a produção do Rio de Janeiro é de 420 milhões de litros por ano e a bovinocultura de leite está presente em 88 dos 92 municípios do estado, tendo aproximadamente 15 mil produtores.

“Com o programa Rio Leite temos ampliado a cadeia produtiva em nosso estado. Trata-se de um setor muito importante e estamos criando as condições para que os produtores possam aumentar e investir na sua produção”, destaca o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz.

Aceleração na produção

O produtor rural Jorge Souza Crespo, de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, conseguiu acelerar sua produção com ajuda do programa estadual. Com o financiamento, executou diversos serviços para expandir e qualificar sua produção. “O Rio Leite veio em um momento oportuno para ampliarmos nossa capacidade de produção de capiaçu e da cana, por exemplo, que nos dão um suporte na alimentação dos animais. Foram realizadas também análises de solo para identificação possíveis correções e de carências nutricionais e plantio de uma nova área de capim, abrindo assim um maior espaço para a alimentação dos animais”, conta o produtor.

O gerente do programa Rio Leite, Flaviano Souza, explica que o trabalho para garantir o desenvolvimento da genética e o melhor trato dos animais gera bons resultados na produção e uma maior produtividade de leite.

“Os investimentos de fomento são bem vastos, indo desde o melhoramento da qualidade das pastagens, implantação de novas áreas de forrageiras de corte, melhoramento na estrutura de ordenha e investimentos em irrigação”, enumera o gerente.

O que é o agrofundo
O Agrofundo é o programa de fomento agropecuário e tecnológico da Secretaria de Agricultura, operacionalizado pela Emater-Rio, que oferece aos agricultores fluminenses empréstimos a juros baixos. Ele atende produtores de frutas, flores, mel, leite, ovos, orgânicos e agroindústrias de base familiar.

A linha de financiamento do leite, o programa Rio Leite, tem como objetivo o aumento da produção e da qualidade do leite através do estímulo aos produtores.

Ações de assistência técnica, incentivos tributários, estruturação da cadeia de comercialização e introdução de tecnologias e manejos adequados contribuem para o desenvolvimento do setor.

Saiba como solicitar

Os produtores fluminenses que desejam solicitar essa linha de crédito podem fazer contato através do e-mail: [email protected] Outra opção é procurar os escritórios da Emater-Rio da sua região. Para consultar todos os endereços dos escritórios locais, acesse o link: https://bit.ly/36EIXfZ