Presos em carro roubado dizem que são empreendedores e conseguem liberdade

1botafogo

Dois homens presos no último dia 23, em Botafogo, num carro roubado, foram colocados em liberdade pela juíza Cristiana Faria de Cordeiro, durante Audiência de Custódia, após argumentarem que são empreendedores. A magistrada considerou que a suposta atividade de Adilson Sarmento do Couto e Adriano Viana de Sousa é algo positivo para possibilitar que eles respondam ao processo em liberdade. A ocupação lícita, no entanto, não foi comprovada pelos acusados. Ambos já possuem passagens pela polícia. Adriano, inclusive, já foi condenado num processo criminal a um ano e nove meses de detenção. O Ministério Público recorreu da decisão.

Na mesma decisão na qual soltou Adilson e Adriano, a juíza decretou a prisão preventiva de outros dois homens que estavam no carro com eles – Francisco Breno Faria de Araújo e Alexandre de Sá Pedro. Ambos já possuem condenações criminais e o primeiro, inclusive, estava foragido. No veículo onde os suspeitos estavam, havia ainda um alicate normalmente usado para arrombar portas de veículos, um revólver municiado e um aparelho usado para bloquear GPS.

A juíza estabeleceu que Adilson e Adriano devem comparecer mensalmente em juízo. Em seu recurso, o MP argumenta que a liberdade foi concedida à dupla de maneira prematura e inadequada, uma vez que estão presentes os pressupostos e requisitos para a decretação da prisão preventiva.

 

Deixe um Comentário