Presidente francês convence Trump a permanecer na Síria

Damasco
Foto: Reprodução / AP Photo/ Hassan Ammar

Após o ataque à Síria, realizado pelos EUA, Reino Unido e França, o presidente francês, Emmanuel Macron, afirmou ontem que os bombardeios na Síria não foram uma declaração de guerra contra o regime de Bashar Al-Assad. Ele também contou que garantiu ter convencido o presidente americano, Donald Trump, a não retirar suas tropas da Síria.

LEIA ESSA MATÉRIA COMPLETA NA EDIÇÃO DE TERÇA-FEIRA (17) OU NA VERSÃO ONLINE EXCLUSIVA PARA ASSINANTE.

Deixe um Comentário