Prender bicheiro, é mole!

Macaco-pensando (2)
Foto: Reprodução HoraH

O jogo do bicho não é tipificado como crime, mas como infração penal de baixa gravidade, segundo o Código Penal brasileiro. No entanto, a polícia persegue e prende bicheiro e estabelece ‘rigor’ baseado na lei para torná-lo criminoso.

Com a violência exagerada ocupando as ruas, aterrorizando a população, e os verdadeiros bandidos à espreita, escondidos em seus guetos, prender bicheiros porquê? Eles não matam, não roubam, não assaltam bancos, não atacam policiais, não sequestram crianças, não traficam drogas, não invadem nossas casas e muito menos roubam o dinheiro dos cofres públicos. Também não ocupam comunidades e impõem terror aos moradores, bem menos têm como moeda de troca a covardia e o ‘tribunal da morte’. Prender pra quê?

Prender bicheiros, porquê? Se eles mantêm uma atividade que gera milhares de empregos informais em praticamente todo o país. Tanto é verdade, que em 2002 os apontadores do jogo do bicho tiveram reconhecido pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) o direito à indenização trabalhista.

Tanta perseguição à essa atividade por parte das autoridades levanta dúvidas as quais fica a critério de cada apontar. Então, prender bicheiro porquê?

Deixe um Comentário