Prefeitura de Volta Redonda promove corrida contra a exploração infantil

volta
Foto: Divulgação

A prefeitura de Volta Redonda e a Polícia Federal acertaram os detalhes para a corrida “Federal Kids”, um evento para conscientizar sobre a importância do combate à pedofilia e a exploração infantil. A reunião aconteceu no auditório da prefeitura na manhã desta terça-feira, dia 20. Já a corrida será realizada em 25 de março, domingo, das 8 às 12 horas, na Rua de Lazer, no bairro Aero Clube. Volta Redonda é a primeira cidade do interior do estado do Rio de Janeiro. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site www.federalkids.com.br .
A corrida é promovida pela Fundação Brasileira de Ciências Policiais (FBCP), pelo Sindicato dos Delegados de Polícia Federal e pela Federação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (Fenadepol). “É um evento apartidário e estamos recebendo todo apoio da prefeitura de Volta Redonda. O prefeito Samuca Silva abraçou o projeto de tamanha importância”, ressaltou o delegado Pedro Paulo Simão da Rocha, responsável pela delegacia da Polícia Federal de Volta Redonda, que representou o órgão federal na reunião.
A corrida será dividida por idades, possibilitando que todas as crianças, com autorização dos pais e responsáveis, participem. A primeira etapa é para crianças de até seis anos, num percurso de 600 metros. Em seguida, na faixa etária de 7 a 10 anos, o percurso de um quilômetro e a terceira será de 1,5 quilômetro para os jovens de 11 a 14 anos. As crianças precisam estar acompanhadas pelos pais ou responsáveis para participar da competição. Terá ainda a caminhada da família de dois quilômetros.

Exposições
Durante a reunião, foram definidas entidades que irão participar do evento. A Aman (Academia Militar das Agulhas Negras) fará uma exposição de veículos militares e de materiais bélicos. O quartel do Corpo de Bombeiros também fará uma exposição de viaturas, além de palestras educativas sobre as atividades dos bombeiros.
A Polícia Militar estará presente como o Programa Educacional de Resistência às Drogas. A Guarda Municipal e a Defesa Civil também farão exposições com seus materiais de trabalho e apresentação. A OAB (Ordem de Advogados do Brasil) de Volta Redonda e a Fundação CSN também estarão participando do evento.
O prefeito Samuca Silva destacou que o evento tem a intenção de chama a atenção de toda a sociedade. “É um assunto velado, que pouco se debate na sociedade. Em tempos de internet as crianças ficam mais vulneráveis a esse tipo de crime. Precisamos orientar mais os cidadãos e agradeço por terem escolhido Volta Redonda para sediar esse evento no Sul Fluminense”, enfatizou.
A pedofilia é uma doença pouco abordada nos meios sociais. E o evento tem a iniciativa de unir as famílias e propiciar o diálogo em casa.
“O evento também é para fomentar o exercício de todas as faixas etárias. É um projeto de referência em todo país e é uma causa que estamos abraçando”, disse Maria Paula Tavares, secretária municipal de Esporte e Lazer.

Deixe um Comentário