Político leva pernada de anão do PTC

Carlinhos-00

 

Carlinhos BNH (acima) se diz traído pelo presidente estadual do PTC, Daniel Tourinho. Na rede social dele aparece referência ao político iguaçuano/Arquivo pessoal

Na política, confiança é moeda de ouro. Mas quando perde o valor, vira objeto de troca. E traição é pedra no meio do caminho que político nenhum quer encontrar. O vereador iguaçuano Carlos Alberto Ribeiro da Silva , o Carlinhos BNH, encontrou.
Candidato a deputado estadual pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC), nas eleições de outubro deste ano, ele viu o sonho de representar o segundo município mais rico da Baixada Fluminense na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) cair em desgraça por causa de manobra costurada pela agremiação que o acolheu.
Vítima da covardia política, o hoje vereador pelo partido obteve 13.607 votos, mas teve a candidatura indeferida por falta de uma certidão de filiação partidária que a própria agremiação deveria, de praxe, ter verificado. Entretanto, segundo o
parlamentar, preferiu se envolver “vergonhosamente” no processo e entrou com uma manifestação junto ao Tribunal  Superior Eleitoral (TSE).. No documento, o partido pede ao relator, ministro Luiz Edson Fachin, não dar provimento no direito do candidato.
O nome do político como candidato a deputado estadual foi indicado durante ata da Convenção Estadual da agremiação
realizada no dia 22 de julho deste ano, no Guadalupe Country Clube, no bairro de Guadalupe, Zona Norte do Rio, com a
participação dos membros da Executiva Estadual e demais filiados.

Líder da bancada na Câmara
Em meio a polêmica, o partido ainda alega que Carlinhos BNH não pertence aos quadros do PTC. A afirmação é contestada pelo parlamentar que foi eleito vereador pelo partido e é líder da agremiação e presidente de várias comissões na Câmara Municipal de Nova Iguaçu.

Daniel Tourinho tramou ‘pernada’ às escuras
Segundo informações apuradas pelo Hora H, a ‘pernada de anão’ teria sido planejada às escuras pelo presidente estadual do PTC, Daniel Tourinho. Áudios que circulam nas redes sociais revelam a proximidade entre o político e Carlinhos. Neles, o primeiro agradece ao vereador iguaçuano por sempre cooperar com a agremiação.
“Como é possível, então, Tourinho enviar um documento a Brasília relatando desconhecer o Carlinhos BNH no partido? Ele sempre colaborou com o PTC. Inclusive há informações que o parlamentar iguaçuano teria ajudado a pagar o salário da secretaria do partido”, questiona um membro da agremiação.

Mandato ganho com armação
Ainda de acordo com informações obtidas pelo Hora H, o candidato preferido do PTC, Geovani Ratinho, eleito pela Justiça e não pelo voto democrático, comemora um mandato conquistado com falcatrua. Há quem diga que a política suja que impera entre o partido e Ratinho é escancarada e declarada.
Vídeos de declarações de apoio entre ele e Tourinho revelam que essa preferência fica ainda mais explícita na prestação de contas de Geovani: nas eleições deste ano, dos R$ 103 mil gastos por Ratinho durante a campanha, o partido doou R$ 100 mil. Enquanto isso, Daniel estendia o pires para conseguir doação para outros candidatos.
“Tourinho tirou um candidato eleito pelo povo e colocou quem era melhor para seus acordos políticos . Carlinhos BNH levante a cabeça. O povo iguaçuano está com você. O povo não pode aceitar essa covardia”, disse um simpatizante da candidatura do político em apoio ao ocorrido.

 

Antonio Carlos

Deixe um Comentário