Polícia prende acusado de participar de assalto à joalheria

3cqabedo2aa393nt5y3kc7m9p

Um homem suspeito de ter participado do assalto à joalheria na Tijuca que terminou com a morte de um policial militar e um casal de clientes baleado, foi preso na madrugada deste sábado, na comunidade da Mangueira. Rhuan de Melo Queiroz, de 18 anos, foi capturado por agentes da UPP que patrulhavam a localidade conhecida como Candelária. Segundo a Polícia Militar, ele é um dos seis criminosos acusados de participarem do roubo a joalheria Monte Carlo, dentro do Tijuca Off Shopping, na noite do último dia 4 de janeiro.

A mãe do suspeito, Cristiane Garcia de Mello, também foi presa, acusada de tentativa de suborno. Segundo o comando da UPP, ela ofereceu uma quantia em dinheiro e uma joia de ouro aos policiais que prenderam o seu filho.

A polícia ainda faz buscas pelos outros cinco acusados da morte do soldado da PM Jefferson da Cruz Pedra, 37 anos. O pm, lotado no 18º BPM (Jacarepaguá), foi atingido durante uma troca de tiros com os assaltantes. Ele chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Federal do Andaraí, mas não resistiu. O casal deu entrada mesma unidade de saúde e já recebeu alta. Imagens de câmeras de segurança do estabelecimento comercial mostram o momento da ação dos bandidos. No vídeo é possível ver quando os assaltantes chegam ao local e começam a atirar contra o policial.

O soldado Jefferson da Cruz Pedra era solteiro e estava há dois anos na corporação.

Via O Dia

Deixe um Comentário