Polícia mantém esquema de segurança na Alerj

alerj-quarta1

A princípio, não há mudanças no esquema de policiamento no entorno da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Esta quarta-feira (7) será o segundo dia de votações na Casa que envolvem o pacote de austeridade proposto pelo Executivo estadual. Na terça-feira (6), o Centro da cidade foi palco de intensos confrontos entre manifestantes e policiais militares. Ao todo, ao menos 30 pessoas entre militares e civis ficaram feridas durante os conflitos.

alerj-quarta1

Foto: Carlos Brito

Dos feridos, 11 eram policiais militares que precisaram ser atendidos no Hospital Central da corporação, no Estácio. Um deles precisou ficar em observação na unidade de saúde.

O porta-voz da PM, major Ivan Blaz, disse lamentar a entrada de policiais na Igreja de São José, que fica ao lado da Alerj. Segundo ele, a ocupação da paróquia foi necessária para evitar a depredação do local e também que manifestantes tentassem furar o bloqueio com grades que é feito no perímetro da Assembleia Legislativa. Ao todo, nove pessoas foram detidas e levadas para a 9ª DP (Catete).

Deixe um Comentário