Alimentos impróprios são apreendidos em Caxias

Policiais da Delegacia do Consumidor (Decon) apreenderam, nesta quinta-feira, pelo menos duas toneladas de alimentos impróprios para consumo em um depósito, no bairro Centenário, perto da comunidade Mangueirinha, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. Na ação, um homem foi preso e outros três autuados. De acordo com as investigações, o local era utilizado para adulterar os produtos.

Titular da especializada, Ricardo Barboza disse que o crime consistia no recebimento de produtos com data de validade vencida, alteração da validade com a colocação de data postergada, “tornando um produto válido aos olhos do consumidor”.

O delegado contou que o procedimento era realizado em larga escala. Além disso, segundo a polícia, foi constatado que não havia qualquer tipo de preocupação com as normas sanitárias. Foram autuados em flagrante Matheus Cardoso Henriques, Leonardo Ribeiro, Paulo Henrique da Silva e Marcos Jesus Queiroz, pelos crimes contra as relações de consumo, e associação criminosa. Contra Lucas da Silva Coelho foi cumprido mandado de prisão por associação para o tráfico.

Deixe um Comentário