Operação prende quadrilha comandada por hackers

hackers
Foto: Divulgação

A quadrilha chegou a movimentar cerca de R$ 2 milhões irregularmente.

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro e a Polícia Civil do estado desencadearam uma Operação Open Doors – portas abertas, para prender uma quadrilha composta por 33 integrantes que furtavam correntistas de bancos em todo o País. Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro e a Polícia Civil do estado desencadearam uma Operação Open Doors – portas abertas, para prender uma quadrilha composta por 33 integrantes que furtavam correntistas de bancos em todo o País.As ações, que chegaram a movimentar cerca de R$ 2 milhões irregularmente, eram comandadas por hackers, e a quadrilha era composta ainda por laranjas e aliciadores. As investigações demoraram nove meses para serem concluídas. A operação teve por objetivo também o cumprimento de 52 mandados de busca e apreensão na região Sul fluminense, principalmente nas cidades de Resende, Volta Redonda e Barra Mansa. Segundo informações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPF, até o início desta manhã, já haviam sido cumpridos 27 mandados de prisão. Na operação, mais duas pessoas foram detidas em flagrante por porte de munições. As investigações do Gaeco constataram que a quadrilha fez centenas de transferências bancárias ilegais, subtraindo dinheiro de correntistas de todo o Brasil.

 

Leia essa matéria completa na edição impressa de quinta feira (10)…

Deixe um Comentário