Ônibus que ligam Tinguá à Central já estão circulando

IMG-20160718-WA0019

A linha passa a ter ponto final na Praça de Tinguá, um pedido antigo dos moradores da região


IMG-20160718-WA0017

A Prefeitura de Nova Iguaçu e o Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro) tiraram do papel a extensão da linha intermunicipal 492 (Vila de Cava X Central do Brasil). A partir desta segunda-feira (18), a linha passa a ter ponto final na Praça de Tinguá, um pedido antigo dos moradores da região.

A princípio, os ônibus sairão de Tinguá (via Monte Castelo) em dois horários, às 4h e às 5h. Já da Central, sairão às 17h30 e às 18h30. A mudança foi pulicada no Diário Oficial do último sábado (15). A extensão da linha de ônibus em cerca de 12 quilômetros para chegar a Tinguá foi autorizado pelo Detro e publicado sábado também no Diário Oficial da Prefeitura de Nova Iguaçu. A tarifa custa R$ 7,40. A empresa responsável pela linha é a Tinguá.

“Nós autorizamos a mudança, o posicionamento do ponto novo, como se fosse vaga de estacionamento e de táxis, por exemplo”, explica Rubens Borborema, Secretário Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana (Semtmu). “Foi um ganho muito importante para a população de Tinguá. E a Prefeitura não poderia deixar de autorizar essa mudança”, completa Borborema.  

O trajeto até à Central do Brasil, no centro do Rio, tem início na Praça de Tinguá. O ônibus passa pela Estrada Federal de Tinguá e beneficia também os moradores do Jardim Montevidéu, Parque Estoril, Marambaia, Barão de Guandu, Piranema, Iguaçu Velho e depois Vila de Cava, Santa Rita, Bairro Botafogo e Posse.  Em condições normais de tráfego, o tempo total da viagem dura, em média, 1h40.

Deixe um Comentário