Oficial é suspeito de ligação com Cabral

sergio-cabral1
Foto: Divulgação

Polícia Militar do RJ abre inquérito para apurar envolvimento dele no esquema orquestrado pelo ex-governador.

A Corregedoria da Polícia Militar abriu investigação para apurar a participação do coronel Anderson Felippe Gonçalves no esquema criminoso chefiado pelo ex-governador Sérgio Cabral, de acordo com o Ministério Público Federal. O oficial, que será investigado por corrupção, pode ser submetido a um Conselho de Justificação e expulso da corporação, após ser concluído o Inquérito Policial Militar (IPM). Segundo informações, o procedimento foi aberto na última segunda-feira.
O órgão da PM informou ainda que os próximos passos são solicitar provas ao MPF e outras providências. A princípio, os antecedentes do coronel levantados pela PM só incluem envolvimento com segurança privada. O nome do oficial apareceu na colaboração premiada de Luiz Carlos Bezerra, um dos operadores financeiros do esquema que pagava propinas durante os governos de Sérgio Cabral.

Leia essa matéria completa na edição impressa de quinta-feira (03)…

Deixe um Comentário