Nove pessoas são mortas na guerra do tráfico na Baixada

Fora - Matança (13)

Quatro dos corpos foram encontrados na Estrada Carlos Sampaio, em Austin/Reprodução/Whatsapp

A guerra entre traficantes pode ter motivado a execução de nove pessoas em dois municípios da Baixada Fluminense. Os corpos, dentre eles o de uma mulher, apresentavam tiros na cabeça. Em Austin, quatro homens foram assassinados a tiros. Dois cadáveres foram abandonados embaixo de um viaduto, que passa sobre o Arco Metropolitano, nas imediações da Estada Carlos Sampaio, no distrito de Austin. Eles tinham idades entre 20 e 25 anos. Outros dois estavam numa lixeira próxima. Já outros três homens e uma mulher foram encontrados no bairro Adrianópolis, também em Nova Iguaçu. O novo achado em Jaceruba.
Segundo a Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), que investiga a chacina, uma das hipóteses para õ banho de sangue é uma guerra travada por duas facções criminosas pelo controle do tráfico no Morro São Simão, em Queimados. De acordo com agentes do 20º BPM (Mesquita), que encontraram os corpos após alerta de moradores, a identificação das vítimas não foram divulgadas. A especializada informou que realiza diligências para encontrar testemunhas e imagens que levem aos autores do massacre.

 Desova na cidade vizinha
A DHBF investiga a informação de que traficantes ligados a facção Terceiro Comando Puro (TCP) teriam invadido os Morros São Simão e Caixa D’Água, controlado pelo Comando Vernelho (CV) em Queimados, por volta das 3h da madrugada, quando houve queda de energia elétrica na região devido a chuva.
Ainda segundo foi apurado, um bandido que integrava o São Simão e migrou para o lado oposto teria comandado a invasão. Testemunhas contaram que o bando sequestrou oito pessoas de dentro de casa, executaram as vítimas e desovaram em Nova Iguaçu, coberto pelo batalhão de Mesquita (20º BPM). Os três homens e a mulher, segundo a polícia, foram sequestrados por volta das 2h da madrugada.

Deixe um Comentário