Muro de cemitério de Caxias tomba com as chuvas e corpos ficam espalhados em via pública

Cerca de 30 metros do muro do cemitério foi levado pelo enxurada no campo santo
Fotos: Divulgação

A Defesa Civil de Duque de Caxias interditou no final da tarde de ontem (27) parte do cemitério Nossa Senhora das Graças, na Rua Marechal Bento Manoel, no Parque Beira Mar, que caiu por causa do acúmulo de água nas sepulturas e problemas com o escoamento das águas nos corredores do campo santo. Ao assumir o governo, o prefeito Washington Reis tentou retomar os cinco cemitérios públicos mas, por causa das ações impetradas pela concessionária dos serviços perdeu esse direito. Os responsáveis pelo cemitério impediram a entrada dos agentes da defesa civil e técnicos das secretarias de Meio Ambiente e de Urbanismo no cemitério. Foi solicitada a ajuda da Polícia militar para vistoriar o local e para encaminhamento do fato a 59ª DP junto com os administrados do cemitério que se negaram a recolher as ossadas.
A má conservação dos cemitérios sempre foi questionada pelo prefeito e pela população. A fiscalização municipal já multou a empresa responsável várias vezes no ano passado. As fortes chuvas que caíram no município provocaram alagamentos em várias regiões do primeiro distrito não havendo registros de desabrigados e desalojados no município.

O subsecretário de Defesa Civil do município, André Xavier interditou cerca de 30 metros do muro que ruiu com as chuvas. Os agentes encontraram na calçada, junto com destroços do muro várias ossadas que atraíram a atenção dos moradores da localidade. Segundo os residentes não é a primeira vez que aquele muro caiu por causa das chuvas.
A Defesa civil está em estado de atenção e para atender a população mantém à disposição dos moradores os telefones 0800-230199 e 2673-2203 para qualquer emergência.

Deixe um Comentário