Motorista do Uber morto em tentativa de assalto

Foto: Arquivo pessoal da família

Foto: Arquivo pessoal da família

Carlos Henrique Gonçalves Filho, 25 anos, foi morto em tentativa de assalto, no Maracanã, Zona Norte do, na madrugada desta segunda-feira. A vítima iria buscar um casal de passageiros na Rua Ibituruna, quando foi surpreendido pelos bandidos. Sem nenhum tipo de tentativa de reagir ao assalto, a vítima descia do carro para se render e foi atingido por um tiro no peito.

 

O jovem chegou a ir andando até o Hospital Israelita Albert Sabin 500 metros depois do local do crime, mas não resistiu e morreu na unidade. Os criminosos fugiram levando o carro de Carlos Henrique e o celular de um dos passageiros. O caso foi registrado na 18°DP (Praça da Bandeira),onde os passageiros prestaram depoimento, porém foi encaminhado nesta manhã para a Delegacia de Homicídios (DH-Capital). Segundo relatos da polícia, três homens abordaram Carlos Henrique.

 

O medo da covardia toma conta dos Uberistas

Os motoristas amigos de Carlos Henrique se sentem amedrontados. Eles colocaram uma fita preta em seus carros em sinal de luto. A covardia contra os motoristas que usam o aplicativo está cada vez mais recorrente. Antes, a preocupação era apenas com ameaças de taxistas. Agora, os ‘uberistas’ viraram alvo da covardia e dos assaltos.

 

Deixe um Comentário