Morte de jovem causa polêmica e manifestação

morte-saojoao

morte-saojoao

Um protesto de moradores contra a morte de um jovem do Parque Analândia, em São João de Meriti, assustou motoristas na Linha Vermelha, na tarde desta sexta-feira (26). Os manifestantes chegaram a interditar a via, no sentido Baixada Fluminense, por cerca de 20 minutos. Lixo e galhos de árvores foram colocados para interromper o fluxo de veículos. Sem saber o que estava acontecendo, alguns motoristas tentaram andar de ré.

O tumulto foi provocado por causa da morte de Lucas Ferreira, de 18 anos. Os manifestantes acusam policiais militares do 21º BPM (São João de Meriti) de matarem um inocente. Eles afirmaram que Lucas saía de um salão onde foi cortar cabelo quando foi atingido por dois disparos – um no braço e outro na barriga. Lucas foi levado para o PAM da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

“Meu primo era inocente. Ele vendia pipoca como ambulante na Linha Vermelha e estava feliz porque tinha conseguido comprar sua moto agora”, afirmou Luana Lemos, de 24, prima da vítima.

O comandante do batalhão, tenente-coronel Marco Aurelio Contreiras, contou que PMs fizeram uma ação no Parque Analândia na manhã desta sexta-feira para retirada de barricadas. Alguns agentes se depararam com uma boca de fumo e houve troca de tiros. Segundo a PM, Lucas Ferreira estava com uma pistola e atirou contra a corporação. A Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) foi acionada para realizar perícia no local.

Deixe um Comentário