Ministro da Saúde visita Janaúba (MG) para prestar apoio às vítimas da tragédia

site
Foto: Reprodução/Internet

Para reforçar a assistência às vítimas do incêndio na creche Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente de Janaúba, o Ministério da Saúde vai liberar R$ 5 milhões para o estado de Minas Gerais. Ontem (12), Dia das Crianças, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, visitou hospitais de Janaúba e Montes Claros que prestam assistência às vítimas da tragédia, além de se reunir com o prefeito de Janaúba, Carlos Isaildon Mendes, para acertar os detalhes da destinação do recurso.

Desse total, o município de Janaúba receberá R$ 1 milhão. O Hospital Pronto Socorro João XXIII, unidade referência no tratamento de queimados em Belo Horizonte – que recebeu muitos feridos no incêndio – receberá R$ 2 milhões. A Santa Casa de Montes Claros, que também está atendendo as vítimas do incêndio de Janaúba, também receberá R$ 2 milhões de reforço para compra de equipamentos, medicamentos e outros insumos usados no tratamento a queimados.

“Me solidarizo com as vítimas e familiares, exaltando a professora Helley e liberando recursos para Janaúba e para os hospitais que atenderam o maior número de vítimas. Temos ainda muito trabalho e seremos parceiros no atendimento a todos”, afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Em Janaúba, o ministro Ricardo Barros vai prestou apoio aos familiares da tragédia e visitou a Maternidade Sagrado Coração de Jesus e o Hospital Regional, que recebeu dez vítimas do incêndio. Já em Montes Claros, o encontro foi na Santa Casa, que também recebeu dez feridos e é uma unidade referência ao atendimento em queimados.

O incêndio na escola vitimou cerca de 40 pessoas. Foram registrados 11 óbitos. Treze pessoas estão internadas em Belo Horizonte em três hospitais e 10 pessoas estão internadas na Santa Casa de Montes Claros.

LEIA ESSA MATÉRIA COMPLETA NA EDIÇÃO DE SÁBADO (14) OU NA VERSÃO ONLINE EXCLUSIVA PARA ASSINANTES.

Deixe um Comentário