Massacre em Manaus deixa em alerta penitenciárias do Rio

bangu000

Centenas de presos que estavam no Complexo Penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio, estão sendo transferidos para outras unidades prisionais do estado. As alterações são consequência da rebelião em Manaus, Amazonas, onde houve um massacre que deixou 56 mortos, segundo informações do Sindicato de Agentes Penitenciários do RJ.

O movimento nas cadeias é grande desde segunda-feira (9). Internos estão sendo transportados para presídios de São Cristóvão, na Zona Norte, e Japeri, na Baixada Fluminense. Com isso, estão sendo abertas vagas para mudanças entre as unidades 6 e 9, de Bangu.

“Os criminosos vêem um vácuo de poder e tentam impor à autoridade, ao governo, algumas concessões”, afirmou o representante do sindicato, Gutemberg Oliveira. Como explicou Oliveira, Bangu 6 é dividida em duas alas: na “A” estão ex-policiais e, na “B”, integrantes de uma facção criminosa. Os internos que estavam na ala “A” estão sendo transferidos para Bangu 9, onde milicianos cumprem pena.

Deixe um Comentário