LEGADO OLÍMPICO DOS JOGOS RIO 2016 BENEFICIARÁ O MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS

Projeto da fachada das novas escolas municipais que serão construídas em Duque de Caxias
Foto: Divulgação

O prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, assinou um protocolo de intenções com o ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, e o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, nesta sexta-feira (23/03), no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, para a desmontagem da Arena do Futuro. O equipamento esportivo utilizado por atletas do mundo inteiro durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 será transformado em quatro novas escolas municipais no município da Baixada Fluminense.
Para o prefeito Washington Reis, a parceria será fundamental para a educação municipal. “A cidade de Duque de Caxias está crescendo e a rede municipal de ensino cresce junto. As novas escolas que serão construídas a partir da estrutura do legado olímpico poderão beneficiar milhares de estudantes nas localidades de Parque São José, Cangulo, Santa Cruz da Serra e Xerém. Nossos alunos serão atendidos com qualidade e conforto”, ressaltou.
Toda a estrutura de aço e concreto será usada na construção das unidades escolares. O documento assinado prevê um plano de viabilidade técnica e econômica para a desmontagem. Técnicos das duas prefeituras e do Ministério analisarão como efetuar a operação e o que caberá a cada uma das partes do acordo. O prazo de vigência do protocolo é de 360 dias, que podem ser renovados. Os custos estimados com a desmontagem ainda não estão definidos.

No documento, fica determinada que é responsabilidade da Prefeitura de Duque de Caxias construir as escolas. Já para a Prefeitura do Rio, cabe a missão de buscar junto ao Ministério dos Esportes os recursos necessários para a desmontagem, licitar e contratar empresa especializada no serviço. Durante os jogos olímpicos e paralímpicos, a Arena do Futuro foi cenário dos jogos de handebol e golbol. Na época da construção, a obra custou R$ 140 milhões.
De acordo com o programa, cada unidade escolar contará com 16 salas de aula, biblioteca, sala de informática, laboratório de ciências, sala de múltiplo uso, auditório, banheiros adaptados para pessoas com deficiências, secretaria, diretoria, sala de professores, sala para equipe de orientação pedagógica, pátio coberto, jardins, estacionamento e quadra esportiva. As escolas serão construídas a partir do legado olímpico dos Jogos Rio 2016, utilizando a estrutura da Arena do Futuro, atualmente ainda instalada no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Deixe um Comentário