Jovem morre após ser golpeado com taco de beisebol no dia de aniversário

eliton-torres-23

O ator Eliton Torres, de 23 anos, morador de Ramos, morreu na manhã de sábado, três dias após ser golpeado com um taco de beisebol. O jovem foi agredido na madrugada de quinta-feira, durante a comemoração de seu aniversário. De acordo com a família, Eliton decidiu festejar com amigos de infância nas ruas de São Cristóvão, bairro onde nasceu e foi criado. Ao passar em frente à casa onde morava um rapaz com quem ele tinha uma antiga desavença, iniciou-se uma discussão. Golpeado na cabeça, Eliton foi levado ainda com vida para o Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro, onde chegou a ser internado antes de morrer. O caso foi registrado na 17ª DP (São Cristóvão) como “homicídio provocado por paulada”.

— A rivalidade do meu irmão com esse moleque começou há uns quatro anos, em uma partida de futebol. Desde aquela época, sempre que eles se viam, um xingava o outro. Havia provocações, mas ninguém imaginava que fosse chegar a esse ponto. Meu irmão era um cara tranquilo. O que fizeram com ele foi uma covardia, pura brutalidade. A gente está sofrendo e, ao mesmo tempo, com raiva do que aconteceu — diz o irmão da vítima, Adriano Torres, de 20 anos.

De acordo com o irmão, Eliton tentou evitar a briga.

— Ele disse que não queria brigar e se virou de costas. O cara veio para cima dele com o taco de beisebol e bateu na parte de trás da cabeça dele. Ele caiu de cara no chão e alguns amigos tentaram ajudar, mas o pai do agressor saiu com uma arma e atirou para o alto, dizendo que não era para ninguém interferir — diz Adriano

Deixe um Comentário