Jornalista é morta a facadas em assalto

Plantão-10
Foto: Reprodução Facebook

Testemunhas relataram que Vanessa foi abordada depois de estacionar o carro em frente ao edifício onde mora

DISTRITO FEDERAL – Servidora do Ministério da Cultura (Minc), a jornalista Maria Vanessa Veiga Esteves, de 55 anos, foi covardemente assassinada com uma facada durante um assalto perto do prédio onde morava, no Distrito Federal, em Brasília, na noite da última terça-feira.
Testemunhas relatam que Vanessa foi abordada depois de estacionar o carro em frente ao edifício onde mora, na Asa Norte. De acordo com a Polícia Civil, que trabalha com a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte), dois criminosos tentaram roubar a bolsa dela. Enquanto um deles a segurava, o outro a esfaqueou pelas costas. Maria morreu antes da chegada da ambulância. Até o fechamento desta edição nenhum suspeito havia sido preso.

Leia essa matéria completa na edição de quinta-feira (10)…

Deixe um Comentário