Jean Wyllys, um “sem-terra” em Berlim: “Não tenho moradia, conto com ajuda de amigos”

19 Jean Wyllys

Jota Carvalho

jota.carvalho@yahoo.com

Jean Wyllys, ex-deputado federal do PSOL, deu uma entrevista coletiva em Berlim na segunda-feira (18). Ele revelou que está morando na capital alemã, onde pretende encontrar uma bolsa para doutorado, afirmou que não tem onde morar e que vive com ajuda de amigos. As informações são do UOL, site do Grupo Folha de São Paulo.

No início do ano, Wyllys renunciou ao seu terceiro mandato como deputado federal por conta de supostas ameaças de morte a ele e sua família. Em Berlim, ele compareceu ao lançamento do filme Marighella em um festival de cinema e, ontem, participou de uma entrevista coletiva.

“Não tenho moradia, conto com ajuda de amigos. Ainda não tenho um novo trabalho. Provavelmente vou me inscrever em um programa de doutorado. Existem conversas com instituições que podem me receber como pesquisador, como professor visitante”, afirmou Wyllys. Ele ainda conta que teve oferta de asilo político do governo francês, mas que não deve aceitar.

O ex-parlamentar ainda comentou sobre a mensagem de Jair Bolsonaro comemorando o “grande dia” após a saída de Wyllys do Brasil. “Ele e seu filho comemoraram nas redes sociais. Esse é o nível do presidente do Brasil”, declarou. “Não basta ser um imbecil e incompetente que nada sabe sobre economia, políticas de saúde, educação, moradia e infraestrutura. Tem que ser esse debochado, esse moleque que trata a democracia dessa maneira”, completou

 

Deixe um Comentário