Idoso morre dentro de casa vítima de bala perdida na Favela do Mandela

Um idoso de 63 anos morreu vítima de uma bala perdida na Favela do Mandela, em Manguinhos, na Zona Norte do Rio, na manhã desta sexta-feira. Segundo informações, Wilson Melo de Oliveira, que morava há 15 anos na comunidade, estava dentro de sua casa quando foi atingido pelo disparo. Policiais da UPP Arará/Mandela faziam operação no momento em que a vítima foi atingida para checar uma denúncia de roubo de carga e houve confronto com traficantes.

Abalado, o irmão Ubirajara Melo de Azevedo reclamou dos confrontos diários com tiroteios. “Ele era uma pessoa de bem e não merecia o que aconteceu com ele. Isso tem que terminar, gente, como podem tratar uma comunidade desse jeito, com muita criança, com muita gente correndo perigo, isso nunca vai acabar? Cadê as autoridades que não dão um jeito nisso?”, desabafou, em entrevista à ONG Rio de Paz.

Ubirajara disse que a família está destruída e cobrou que a morte “não seja em vão”. “A família está arrasada, há pouco tempo perdi uma irmã, e agora ele. É difícil para gente, né? Eu espero que o estado resolva essa situação e descubra como foi a morte dele para que não seja mais uma morte em vão. Porque eu sou trabalhador, e ele era uma pessoa de bem.”

De acordo com o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Arará/Mandela, os PMs checavam uma denúncia de um caminhão de carga roubado e os traficantes atiraram contra os policiais, por volta das 10h30, iniciando um confronto. Em seguida, segundo a UPP, os policiais foram informados de que o idoso teria sido atingido dentro de casa, na localidade conhecida como Pontilhão. O policiamento foi reforçado na região do incidente e a Divisão de Homicídios (DH-Capital) foi acionada para realizar a perícia. Ninguém havia sido preso até 12h30.

Deixe um Comentário