Hospital fica sem rede de oxigênio e pacientes são transferidos

hgv

hgv

Uma tubulação de oxigênio do Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte do Rio, explodiu na tarde desta quinta-feira. A direção da unidade, através da Secretaria estadual de Saúde (SES), confirmou que sete pacientes foram transferidos e que os reparos já estão sendo feitos.

O destino foi o Hospital estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna. Um dos pacientes é um homem detido pela polícia, que foi com escolta. A causa do rompimento da tubulação foi uma obra realizada na garagem do prédio.

O Sindicato dos Médicos do Estado do Rio disse que vai denunciar a explosão da tubulação ao Ministério Público. De acordo com o Sindicato, eles receberam a informação que um paciente faleceu durante a transferência, mas está apurando o caso. A Secretaria Estadual de Saúde negou que tenha ocorrido algum óbito durante as transferências.

Um funcionário que não quis se identificar e estava trabalhando na hora em que tubulação rompeu contou como tudo aconteceu. De acordo com o relato, um paciente que estava sendo operado precisou ser “fechado às pressas”.

Deixe um Comentário