Firjan quer ampliar área de restrição a caminhões

79kze8cyew7v728r4070j39ns

A Firjan quer que a Prefeitura do Rio reveja as regras do transporte de cargas. Estudo enviado à CET-Rio defende a necessidade de aumento de 2% do poligno que restringe o tráfego de caminhões, em uma área de 200 km² do Centro e das zonas Norte e Oeste. A circulação de veículos de cargas hoje é proibida das 6h às 11h e das 17h às 21h dentro do poligno, que concentra 50 mil estabelecimentos. O acréscimo seria de 4 km².

“Conseguiríamos criar restrição de veículos grandes em zonas de acesso a grandes vias troncais. A ideia é dar maior fluidez, como se fizesse uma cirurgia para desentupir a veia coronária”, diz Riley Rodrigues, gerente de estudos de infraestrutura da Firjan. Segundo a entidade, reduzir o impacto do transporte de cargas é fundamental tanto para reduzir os congestionamentos quanto para a economia, diminuindo as dificuldades logísticas e custos dos estabelecimentos.

Outra sugestão é a adoção de um “relógio de distribuição”, que definiria o tamanho dos veículos e os horários mais adequados para sua movimentação, conforme os tipos de estabelecimentos. A proposta é que veículos de grande porte possam circular das 21h às 6h.

Deixe um Comentário