Falso padre aplica golpe de R$ 100 mil em Seropédica

Padrre-01

As batinas e outros objetos usados por Luiz França de Lima que se passou por padre para aplicar golpe em casal/Divulgação/PCERJ

Falso sacerdote é preso acusado de aplicar golpe de estelionato. O criminoso morou dois anos na casa das vítimas para desfazer o casamento da filha delas

Acusado de aplicar um golpe de mais de 100 mil reais em um casal, um bandido que se passava por padre foi preso na última terça-feira por agentes da 48ª DP (Seropédica). O falso sacerdote morou durante dois anos na casa das vítimas com a desculpa de desfazer o casamento da filha delas.
A distrital infomou que Luiz França de Lima, de 25 anos, alegava ser doutor em filosofia e também dizia ter passado em um concurso público para dar aulas em uma universidade federal do Rio. As vítimas só desconfiaram do estelionatário após a a demora na realização do procedimento de nulidade do casamento e acionaram a polícia.

Devorador infiltrado
Ainda de acordo com relatos da vítim, enquanto morava com as vítimas, o falso padre pediu dinheiro para cobrir custos de viagens e serviços que seriam para resolver o casamento. Ele também é acusado de ter furtado um celular da casa. Na delegacia, o bandido foi indiciado pelos crimes de estelionato, furto qualificado e falsidade ideológica.

Deixe um Comentário