‘Eu Faço Cultura’ fornece ingressos para sessão de cinema adaptada em Nova Iguaçu

foto 1
Foto: Divulgação

O Eu Faço Cultura, programa que distribui ingressos para pessoas de baixa renda com subsídio total do governo federal, está beneficiando os interessados em ir à Sessão Azul que acontecerá em Nova Iguaçu, amanhã, 17 de fevereiro, no Kinoplex TopShopping, Av. Gov. Roberto Silveira, 540, Centro às 11 hs.
A Sessão Azul adapta salas de cinemas para crianças com distúrbios sensoriais, como aquelas dentro do espectro do autismo. Todos os beneficiários do ‘Eu Faço Cultura’ podem resgatar ingresso, mas a prioridade será dada às famílias com crianças dentro desse público, ou a instituições beneficentes e escolas públicas que as atendem. Para começar a resgatar os ingressos, basta acessar a plataforma, conhecer os perfis atendidos pelo programa, cadastrar-se e aguardar a aprovação do seu pedido.
A ideia é auxiliar as crianças na adaptação a esse tipo de ambiente. Durante toda a exibição do filme, a sala permanece com luzes acesas, com o som mais baixo do que o usual. A plateia tem toda liberdade para andar pelo espaço, e se expressar à vontade. Profissionais treinados dão orientação e acompanham as famílias.
O resgate de ingressos está disponível na página do Eu Faço Cultura.

Sobre o ‘Eu Faço Cultura’
Com uma proposta inédita no Brasil, o Eu Faço Cultura (www.eufacocultura.com.br) compra ingressos/produtos de produtores culturais ou fornecedores de cultura e os distribui a pessoas de baixa renda com subsídio total do governo federal, por meio da Lei Rouanet. É uma iniciativa da Fenae (www.fenae.org.br) e das APCEFs, com a participação de milhares de empregados da ativa e aposentados da Caixa, e com patrocínio da Caixa Seguradora e da Wiz.
O maior diferencial do programa é a facilidade de participar e a ampla oferta de produtos culturais gratuitos oferecidos. Para quem produz basta cadastrar seu projeto e aguardar a aprovação dos documentos que comprovam a legitimidade e qualidade do seu produto. Os beneficiários só precisam efetuar o cadastro para poder resgatar um par de ingressos por edição. No caso de instituições, destina-se um par de ingressos por aluno/integrante da ONG. Beneficiários do Bolsa Família têm direito a quatro bilhetes por ciclo.

Deixe um Comentário