Esculacho contra a polícia

Bandido-03

“Vou estourar tua cara, prego. Vai tomar no c…”. A frase proferida repetidas vezes por um jovem que segura um fuzil acompanhado de outros comparsas, também armados, está em um vídeo que circula nas redes sociais.

As imagens mostram um grupo de traficantes que seriam de Engenheiro Pedreira, distrito de Japeri. A autenticidade do vídeo está sendo investigada pela Polícia Civil, que trabalha para identificar o bando integrante de uma facção criminosa.

Ao som do pancadão e muito deboche
O vídeo começa com um jovem aparentemente menor de idade, que usa o próprio aparelho celular para fazer as imagens. Rindo descontroladamente, ele dança ao som de um funk. Não é possível identificar se a música faz apologia ao crime.

Na sequência, o rapaz, que aparenta estar drogado, aponta a arma na direção o celular , como se estivesse falando com um policial e dá o recado. Ele usa o termo ‘prego’ em referência ao PM. Depois, aparecem outros comparsas segurando armas de grosso calibre. O dança simulando uma comemoração.

Medo e tiroteio constantes em área dominada
Desde o ano passado, moradores de Engenheiro Pedreira convivem no fogo cruzado na guerra entre traficantes. Segundo investigações da Polícia Civil, o confronto é pela disputa por território dentro da ADA (Amigos dos Amigos) que domina o tráfico do Guandu.

Há informações que o racha ‘forçou’ integrantes a buscar apoio numa facção rival a do Complexo da Pedreira, em Costa Barros, na Zona Norte do Rio. Na nova aliança, os dissidentes receberam o reforço de homens e armas.

A briga pelo poder começou após Ipojucan Soares, o Coroa (chefe do tráfico na região) foi preso.

Deixe um Comentário