Eike Batista é alvo de prisão da Lava Jato

operacao

Agentes da Polícia Federal e do Ministério Público Federal realizam na manhã desta quinta-feira, uma operação para cumprir dez mandados de prisão preventiva e quatro conduções coercitivas na Operação Eficiência, desdobramento da Lava Jato no Rio. Entre os principais alvos com mandados de prisão expedidos está o empresário Eike Batista, dono do grupo EBX, e o ex-governador Sérgio Cabral, que já está preso no complexo penitenciário de Gericinó, em Bangu. Segundo o Advogado Fernando Martins, Eike está viajando e irá se apresentar em breve à polícia.

A PF investiga crimes de lavagem de dinheiro consistente na ocultação no exterior de cem milhões de dólares. Também são investigados os crimes de corrupção ativa e corrupção passiva, além de organização criminosa.

A Polícia Federal chega à casa do empresário Eike Batista Foto: Gabriel Paiva/ O Globo

Também foram expedidos mandados de prisão preventiva contra Sérgio de Castro de Oliveira, chamado Serjão, operador do esquema; Thiago Aragão, sócio do escritório de Adriana Ancelmo, o publicitário Francisco de Assis Neto, o Kiko, e o doleiro Álvaro José Galliez.

O ex-secretário de governo Wilson Carlos, os operadores Carlos Emanuel de Carvalho Miranda e Luiz Carlos Bezerra, além de Cabral, também são alvos da operação, mas já estão presos.

Os agentes tentam cumprir mandados de condução coercitiva contra Maurício de Oliveira Cabral Santos, irmão do ex-governador, e Suzana Neves Cabral, ex-mulher de Sérgio Cabral.

 

 

 

Deixe um Comentário