Dona de escola é assassinada em São Gonçalo

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

A dona de uma escola de ensino fundamental em São Gonçalo foi morta a tiros na porta da unidade, no bairro Marambaia, na manhã desta quinta-feira. Rosemary de Souza, de 52 anos, estava com outras duas funcionárias abrindo a escola, às 8h, quando foi abordada por motoqueiros.

O crime aconteceu às 8h. A vítima  estava abrindo a escola quando, segundo uma das funcionárias, dois homens em uma moto chegaram e perguntaram pela dona da escola, que legalmente está no nome da filha de Rosemary.  Ela disse que a dona não estava e o homem disse que a vítima estava mentindo, afirmando que Rosemary era a dona da escola, não a filha. Um deles sacou uma arma e deu três tiros. “Eu saí correndo e não tive coragem de vê-la caída”, disse a funcionária que preferiu não se identificar.

Rosemary era diretora da escola Edef, que fica na Rua Liberdade. Ela chegou a ser levada para o Hospital Alberto Torres (Heat), mas não resistiu.

A polícia civil irá investigar o caso. “Estamos apurando o fato em questão de prioridade e faremos, ainda hoje, todas diligências possíveis para chegarmos a identificação dos autores, sabemos que a Diretora não permitia ações do tráfico no entorno da escola”, disse  Fábio Barucke, delegado titular da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo.

A polícia civil irá investigar o caso e acredita em execução ordenada por traficantes. “Estamos apurando o fato em questão de prioridade e faremos, ainda hoje, todas diligências possíveis para chegarmos a identificação dos autores, sabemos que a Diretora não permitia ações do tráfico no entorno da escola”, disse Fábio Barucke, delegado titular da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo.

 

Deixe um Comentário