DHBF investiga quatro assassinatos ocorridos em menos de 24 horas na Baixada Fluminense

DHBF

Os dois jovens foram executados com vários disparos de arma de fogo em São João de Meriti/Reprodução/Whatsapp

Divisão de Homicídios investiga a motivação dos assassinatos ocorridos em três cidades da região. Em um dos crimes, homem esfaqueou a ex por não aceitar o fim do relacionamento

Com a fama de ser uma das regiões mais violentas do estado, a Baixada Fluminense segue contabilizando crimes diariamente. Entre a noite de ontem e a madrugada de hoje, quatro pessoas foram assassinadas em diferentes cidades. A Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) investiga as motivações e ouve testemunhas para juntar pistas e colocar os criminosos atrás das grades.
No começo da madrugada de ontem, dois jovens foram executados com vários tiros nas imediações da Curva do ‘S’, na Vila Tiradentes. Imagens que circulam nas redes sociais mostram as vítimas ainda vivas ao lado uma moto. Logo em seguida, eles teriam sido surpreendidos pelos atiradores. Não há informações sobre o que motivou o duplo homicídio ou se os jovens são suspeitos de praticar assaltos na região. Até o fechamento desta edição, a identidade das vítimas não havia sido divulgada pela polícia.

Outro jovem foi sequestrado na porta de casa e executado em Nova Iguaçu. Em Paracambi, vítima de feminicídio/Reprodução/Whatsapp

Sequestrado e morto em Nova Iguaçu
Já em Nova Iguaçu, a especializada trabalha para desvendar o assassinato de outro jovem identificado como Faife (foto). De acordo com informações de testemunhas, o rapaz foi sequestrado no portão de casa, localizado na Rua Geraldina, no bairro Ouro Preto por homens armados e encapuzados.
Após ser executado a tiros, Faife teve o corpo abandonado na Rua da Habilidade, em Rosa dos Ventos, bairro vizinho ao da vítima. A DHBF investiga se o crime foi cometido por milicianos.ou traficantes e adotou como uma das linhas de investigação a vingança ou acerto de contas.

Esfaqueada até a morte
O quarto crime ocorrido na região é uma vítima de feminicídio. De acordo com informações, Larissa Silva (foto) foi covardemente assassinada na noite da última segunda-feira, no Centro de Paracambi. O principal suspeito, de acordo com a polícia, é o ex-namorado.
Segundo as primeiras informações, o assassino não aceitava o fim do relacionamento e atacou a jovem com uma faca perto de um conhecido bar da região. Larissa morreu antes receber os primeiros socorros. Até o fechamento desta reportagem, não havia confirmação sobre a prisão do criminoso.

 

Reportagem: Antonio Carlos

Deixe um Comentário