Deputado eleito da Baixada comemora fim da vistoria anual do Detran-Rio

15 Léo Vieira Capa

 

Jota Carvalho

jota.carvalho@yahoo.com

O fim das vistorias anuais do Detran foi promessa de campanha do vereador de São João de Meriti e deputado estadual eleito, Léo Vieira (PRTB), já garantido junto ao governador eleito, Wilson Witzel (PSC) em reunião recente entre os dois.

Witzel fez questão de destacar sempre o sepultamento das vistorias em sua campanha vitoriosa ao governo do estado. “O governador me assegurou que a partir do ano que vem, pagou o IPVA, recebe o documento em casa”, disse Léo Vieira. “Essa vistoria sempre foi algo chato para o usuário”, acrescentou.

Segundo Vieira, a fiscalização móvel continuará. “O infrator primeiro será advertido legalmente e, caso seja pego novamente no mesmo problema, será punido de acordo com a gravidade do mesmo”, explicou o parlamentar meritiense.

O novo presidente do Detran-RJ será Luiz Carlos das Neves. “Afinadíssimo com o governador, uma das primeiras medidas de Neves à frente do cargo deverá sepultar as vistorias nos postos”, acrescentou Vieira, um bolsonarista convicto. Para ele, a era Bolsonaro já começou e algumas mudanças começaram a se desenhar. “Com certeza, teremos um novo Brasil e um novo Rio de Janeiro a partir do mês que vem”, afirmou Léo Vieira.

Na carona

Logo após o parlamentar meritiense ter sido personagem de matéria de um jornal da capital, na qual falou de sua satisfação quando ouviu Wilson Witzel confirmar a extinção da vistoria, Vieira foi parabenizado por lideranças diversas da sociedade e serviu de inspiração para deputados com mandatos o copiarem.

Na tarde da última quinta-feira (13), a Alerj aprovou projeto de lei que determina vistoria obrigatória através do site do Detran. No documento, ‘o proprietário poderá fazer a autodeclaração de que o veículo encontra-se em perfeitas condições de trafegar, quanto à segurança veicular e ambiental. O governador em exercício, Francisco Dornelles, tem até 15 dias úteis para sancionar ou vetar o projeto. Os deputados Luiz Paulo (PSDB), Gilberto Palmares (PT) e Zaqueu Teixeira (PSD), são os autores da medida.

 

Deixe um Comentário