Conheça o trabalho da Defesa Civil em Nilópolis

defesa02
Foto: Divulgação

A Defesa Civil é um órgão que planeja ações para prevenir e minimizar os efeitos dos desastres sejam eles naturais ou provocados pelo homem. Quando ocorre uma calamidade o trabalho é assistir a população atingida. “Prevenir é salvar vidas” é o seu lema.
Os agentes da Defesa Civil estão sempre em condições de atender com presteza a todas as ocorrências. As atribuições da Defesa Civil são as mais variadas sendo as ações preventivas destinadas a evitar ou minimizar os desastres naturais. Em geral a defesa ou proteção civil deve constituir o processo continuo pelo qual todos os indivíduos, grupos ou comunidades gerenciem os riscos em um esforço para evitar ou amenizar o impacto resultante da concretização desses perigos.
Em Nilópolis a equipe atende ocorrências das mais diversas causas como vistorias em imóveis como risco de desabamento, enchentes, queda de árvores, atuando com um trabalho integrado com o Corpo de Bombeiros Militar e outros órgãos. É importante ressaltar que as atividades de resposta/assistência, como buscas e resgates, são feitas pelo Corpo de Bombeiros, que atende pelo telefone 193.
“Uma cidade pode ter a melhor Defesa Civil e o melhor Corpo de Bombeiros do mundo, mas a primeira resposta aos desastres será sempre dos moradores”, define o secretário de Defesa Civil, Sinézio Perez Gonzales. De acordo com ele, muitas tragédias podem ser evitadas quando se entende que o maior bem a ser preservado é a vida. “A população deve sempre nos acionar quando observar alguma situação de risco. Um simples telefone para a nossa Defesa Civil pode salvas muitas vidas”, definiu.

Serviço gratuito de captura e retirada de marimbondos
Nilópolis é um dos únicos municípios do Rio de Janeiro que oferece o serviço gratuito de captura e retirada de marimbondos. Esta é mais uma das atribuições da Secretaria Municipal de Defesa Civil.
Com o aumento das queimadas nas florestas, os insetos ficaram sem espaço na natureza e passaram a se abrigar em locais como quadros elétricos, rebaixamento de gesso e madeira, postes e terrenos baldios. “Quem precisar do serviço pode ligar para o número 199 ou 2691-0260. Antes da remoção, uma inspeção é feita no local de forma a diminuir o risco de ataques durante a retirada”, esclarece o secretário de Defesa Civil, Sinézio Perez Gonzales.
Sinézio alerta para que as pessoas ao identificarem as colônias de marimbondos, não tentem fazer a retirada. Jamais devem atear fogo, pedra ou água. Apenas os agentes estão equipados para fazer a remoção com segurança. Quem sofrer com ataques desses insetos deve se dirigir imediatamente para a unidade de saúde mais próxima.

Conservação arbórea da cidade
A arborização é um item muito importante dentro da configuração do espaço urbano. Os benefícios ambientais proporcionados, tais como diminuição da poluição e maior permeabilidade do solo são essenciais à qualidade de vida. E para usufruir essas vantagens, é necessário manter as árvores bem cuidadas e tratadas.
Para efetivar essa manutenção, a Defesa Civil Municipal disponibiliza o serviço de poda ou corte dos vegetais em áreas públicas ou particulares com risco comprovado de queda ou daquelas que já estejam caídas em vias, essas são as chamadas emergências.
As árvores localizada em terrenos particulares, que não estejam enquadradas na situação anterior, a responsabilidade pela poda ou corte é do proprietário, que deverá abrir um processo junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que fará a análise do pedido e uma vistoria no local.
O telefone de emergência da Defesa Civil é o 199, pelo qual o cidadão pode solicitar ajuda referentes à deslizamentos, desabamentos, enchentes, inundações, acidentes com produtos perigosos ou qualquer desastre provocado pela natureza ou pelo homem que coloque em risco a segurança da população. A secretaria funciona na Rua Cel. França Leite, 2010, Nossa Senhora de Fátima.

Confira abaixo algumas dicas da Defesa Civil Municipal:
Como uma pessoa pode saber se sua casa está em risco de desabamento iminente?
É importante observar se está mais difícil de abrir e fechar portas, trincas e janelas de correr. Um poste de luz que esteja um pouco torto também é indicativo de deslizamento. No caso de haver suspeita, o morador deve ligar para o 199 e ir para algum lugar seguro, como um ponto de apoio para chuvas fortes – organizado pela própria Defesa Civil – ou a casa de algum conhecido que fique fora de área de risco.

Como alguém que está na rua deve proceder em caso de chuvas fortes?
Procure ficar em um local alto e coberto até a chuva parar. Nunca tente ultrapassar uma área alagada. Além de ter contato com uma água totalmente insalubre, que pode causar vários problemas de saúde, você nunca sabe se existe um bueiro aberto na sua frente, por exemplo. Outro perigo são os postes, que podem estar energizados ou com alguma fiação solta.

O que fazer para se proteger de raios?
Nunca fique em descampados ou embaixo de árvores. Evite usar aparelhos eletrônicos, mesmo dentro de casa, e falar ao celular ou escutar rádio, pois as ondas transmitidas podem atrair a eletricidade. Se estiver em um carro, deixe todas as janelas fechadas, pois, caso um raio atinja o veículo, a carga se espalhará por sua superfície e os passageiros ficarão protegidos.

Até que ponto é seguro ficar no carro durante uma chuva forte?
O mais aconselhável é sair e ir para um local seguro quando a chuva ficar mais intensa, antes de o nível de água subir até a porta. Caso não seja possível, mantenha as janelas fechadas e ligue para os bombeiros. Só ande com o carro enquanto o nível de água estiver, no máximo, até o meio da roda, pois isso evita danos ao veículo.

Deixe um Comentário