Comandante da PM em Belford Roxo chama de covardes os seus críticos e ataca comandados em redes sociais

Comandante

Denúncias das péssimas condições das instalações do 39º BPM elevaram as críticas contra o novo comando/Reprodução/Rede Social

Apontado na cidade como “o pior comandante que o 39º Batalhão da Polícia Militar (Belford Roxo) já teve”, o tenente coronel Wagner Guerci Nunes usou as redes sociais hoje (18) para classificar seus críticos como “covardes”. Segundo ele, “estes covardes estão em campanha para destruir o trabalho de repressão ao
crime e pequenos delitos que assolam Belford Roxo”.
Ocorre que o município está sendo apontado como o mais violento da Baixada Fluminense, com traficantes dominando bairros inteiros sem se sentirem
incomodados pela polícia. O desabafo foi feito dois dias após o deputado estadual Marcio Canella ter feito declarações nas quais responsabiliza o comando da unidade pelo aumento da violência na cidade.
A fala do comandante foi também uma resposta ao compartilhamento de fotos da cozinha e dos banheiros do Batalhão via Watsapp. “Estou conclamando aqueles que lutam por nossa polícia e por nossa unidade (39º BPM) a lutarem contra policiais corruptos, ímpios e covardes que se uniram a causa de criminosos traficantes, contraventores e políticos corruptos”, escreveu o oficial sem entretanto dar nomes ou explicar porque, se existem policiais corruptos em sua unidade, ele ainda não tomou providência para fazer uma limpeza na
tropa.
“Recentemente estão divulgando fotos que não correspondem a realidade. O 39º (BPM) era uma unidade sem água, sem limpeza, imunda com lixo e ratos. Hoje é uma unidade que, mesmo sem verba, mantém um trabalho totalmente voltado para o conforto e qualidade do serviço e das nossas instalações”, disse o tenente coronel.
De acordo com o deputado Marcio Canella “está faltando atitude e coragem” no comando da Polícia Militar em Belford Roxo, “hoje, sem dúvida nenhuma, o município mais violento da Baixada Fluminense”.

 

Deixe um Comentário