Civil prende PM suspeito de matar líder comunitária

civil-g1

A Polícia Civil realizou na manhã desta terça-feira, uma operação para prender suspeitos do assassinato da presidente da Associação de Moradores da Cidade Alta, Glória Maria dos Santos Mica, em Cordovil, na Zona Norte do Rio. Um cabo da Policial Militar, identificado como Nilton Carlos José Costa Junior, foi preso em casa, em Realengo, na
Zona Oeste. Outros 10 policiais militares foram conduzidos coercitivamente para prestar depoimento sobre o caso.

A líder comunitária foi morta em dezembro de 2016, logo depois de participar de uma reunião do Conselho Comunitário de Segurança no Batalhão de Olaria. De acordo com os agentes, nessa reunião, ela denunciou que policiais militares estavam ajudando uma facção que disputava o controle do tráfico de drogas na comunidade da Cidade Alta.

Na casa do PM, que estava lotado no 4º BPM (São Cristóvão), os policiais também apreenderam documentos e armas. A polícia também procura outros dois criminosos suspeitos de envolvimento na morte da líder comunitária e também está cumprindo mandados de busca e apreensão na casa de outros 10 policiais militares.

Deixe um Comentário