Cinco pessoas assassinadas em noite violenta na Baixada Fluminense

DHBF

Três corpos foram abandonados em uma antiga garagem de ônibus em Nova Iguaçu/Reprodução

Os assassinatos aconteceram em Nova Iguaçu e Belford Roxo. Das vítimas, três eram da mesma família. Divisão de Homicídios da Baixada investiga várias linhas de investigação.

A Polícia Civil está investigando as circunstâncias da morte de cinco pessoas na Baixada Fluminense. Três das vítimas são da mesma família. Os corpos foram encontrados na manhã do último sábado e a Divisão de Homicídios da região adotou várias linhas para investigar so assassinatos.

Em Nova Iguaçu, os cadáres dos irmãos Fabrício Victor Veiga da Silva, de 15 anos, e de Luís Felipe da Silva Mesquita, 17, e do primo Breno da Silva Pimentel, 18, foram encontrados em um terreno abandonado onde funcionou uma empresa de ônibus, e a menos de um quilômetro do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO), do 20º BPM (Mesquita) em Miguel Couto.

Máe está devastada
No IMML (Instituto Médico Legal) para reconhecer os corpos, Maria Anastácia da Silva, mãe de Fabrício e de Luís Felipe, disse desconher a motivação do crime. Muito emocionada, ela informou que os filhos cursavam o ensino fundamental e ainda tentava entender o que aconteceu.

Maria afirmou que os jovens saíram de casa durante a madrugada, enquanto ela e o marido dormiam. “A gente não sabe o que houve e nem porque mataram eles. Eles pegaram a moto do meu esposo, pegaram escondido, e a gente não sabe se foi um assalto ou o que houve. Só que mataram eles a tiros”, relatou.

Assassinado em Miguel Couto
O quarto assassinato também ocorreu em Miguel Ciouto. Oswaldo Severino, 51, foi encontrado morto por populares na Rua Curtidor. De acordo com informações, a vítima foi sequestrada sendo retirado de dentro de casa, em Belford Roxo, e levada por homens que estavam encapuzados. A DHBF faz buscas para identificar os criminoso, e a principal linha de investigação é de crime de execução.

Executado a tiros em Belford Roxo
Ainda no sábado, um homem identificado como ‘Gabriel’ foi morto a tiros na Avenida Da Glória, no bairro Nova Aurora. Segundo os primeiros relatos, ele trabalhava como mototaxista e foi surpreendido e assassinado enquanto jogava dominó.
A especializada investiga a motivação do assassinato.

 

Reportagem: Antonio Carlos 

Deixe um Comentário