Centro de Saúde em Nova Iguaçu fica lotado para vacinação contra febre amarela

23

 

Desde o último dia 15, diversas cidades do Rio de Janeiro estão em alerta contra a febre amarela. Os primeiros casos surgiram na área rural do município de Casimiro de Abreu (Região das Baixadas Litorâneas). Dos 92 municípios do estado, 64 estão em campanha para combater a propagação da doença.

Em Nova Iguaçu, o medo da contaminação gerou tumulto no Centro de Saúde Vasco Barcelos. Pela manhã de ontem centenas de pessoas passaram pela unidade para vacinação. “Estou na fila há algum tempo, mas acho que está até rápido. É muita gente!”, conta a dona de casa Marilene Cardoso, de 33 anos.

Em nota, a assessoria de comunicação do município informou que desde janeiro deste ano, por medida de precaução, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde, mantém um polo central de vacinação contra febre amarela instalado na localidade, que já imunizou mais de 15 mil pessoas.

Com a campanha, que deve começar em duas semanas, haverá uma descentralização na aplicação das vacinas. Serão 15 unidades de saúde vacinando de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Caso haja necessidade, por conta do aumento da demanda, as unidades irão abrir aos sábados.

Rio e região metropolitana terão vacinação antecipada

A cidade do Rio de Janeiro e a Região Metropolitana terão antecipada a vacinação contra a febre amarela. A Secretaria de Estado de Saúde já solicitou doses da vacina ao Ministério da Saúde. Até o fim do mês, a previsão é que todos os 92 municípios do Estado já tenham começado a imunização.

Resultado de amostras é negativo

Ontem a Secretaria de Estado de Saúde informou que recebeu os resultados dos testes realizados em amostras de cinco macacos mortos. A análise da Fiocruz indicou que as amostras apresentaram resultados negativos para febre amarela.

O material de quatro micos e um macaco-prego foi coletado em outubro de 2016. Os animais foram achados em diferentes pontos do município do Rio, nas zonas Sul (Jardim Botânico, Gávea e Copacabana) e Norte (Manguinhos e Engenheiro Leal).

Por: Bruna Rodrigues/Hora H

Deixe um Comentário