Cartaz na favela Beira-Mar ameaça população de Caxias

cartaz
Foto: Guilherme Pinto / Extra

A favela Beira-Mar, no bairro de mesmo nome, em Caxias, fica às margens da Rodovia Washington Luiz e é considerada uma das mais perigosas da Baixada. Desde a última semana, um aviso posto na principal entrada da comunidade deixa claro que ninguém pode entrar ali, com exceção dos moradores. Um cartaz foi colocado no local e proíbe carros e motos de transitarem por lá. Caso a “ordem” seja desobedecida, há ainda uma ameaça: “Quem peitar o papo será cobrado severamente”, diz a mensagem. O texto é assinado por pessoas que se intitulam como “rapaziada da barra pesada”.
O comandante do 15º BPM (Caxias), tenente-coronel Sérgio Porto, está ciente do cartaz e realizou ontem uma ação para retirar o cartaz do lugar.
Diante da violência na cidade, o Conselho municipal de Segurança Pública irá solicitar hoje uma audiência pública com o secretário estadual de Segurança. O encontro deverá ser marcado até o fim deste mês e tem como objetivo cobrar mais estrutura aos policiais que atuam em Caxias.
“Com cartaz ou sem cartaz, eu tenho certeza que o nosso comandante irá entrar. Não vai ter esse problema. Mas nós precisamos de melhor estrutura para o batalhão. As viaturas estão todas sucateadas”, reclama Osmar de Paiva, diretor de assuntos comunitários do Conselho de Segurança.

LEIA ESSA MATÉRIA COMPLETA NA EDIÇÃO DE QUARTA-FEIRA (18) OU NA VERSÃO ONLINE EXCLUSIVA PARA ASSINANTES.

Deixe um Comentário