Capturado líder da milícia na Baixada Fluminense e seu segurança

Milícia-01

Jota e Baiano, que tentaram fugir do cerco policial, tinham mandados de prisão pendentes/Reprodução/Whatsapp 

Agentes da 58ª DP prenderam o primeiro na hierarquia da quadrilha que explora diversas atividades criminosas em bairros de Nova Iguaçu

O primeiro homem na hierarquia da milícia em Nova Iguaçu e seu segurança pessoal foram capturados na manhã de ontem por agentes da 58ª DP (Posse) em Rio Claro, na região Su Fluminense. As prisões são resultado de um intenso trabalho de inteligênca visando combater o grupo de milicianos que atua no município.
João Teixeira dos Passos, conhecido como ‘Jota, e Ednílson Jesus da Silva, o Baiano, foram presos no bairro Estação, no Lídice, em cumprimento a diversos mandados de prisão pela prática dos crimes de ‘constituição de milícia, homicídio, e extorsão qualificada. De acordo com as investigações, a quadrilha de Jota, que se autointitula ‘Milícia da Grama’, atua atua nos bairros da Grama, Figueiras, Miguel Couto e Vila de Cava. No total, os agentes cumpriram 11 mandados contra os dois criminosos.

Mandante de diversos homicídios
Ainda segundo a Polícia Civil, o líder da milícia tem entre suas ações criminosas a exploração de pontos de mototáxis, venda de botijões de gás, exploração de tv a cabo pirata, cestas básicas e extorsões, sendo apontado como mandante em diversos homicídios nas localidades.

Crueldade da quadrilha é conhecida na região
A de Jota é conhecida pela crueldade, praticando os crimes, em sua maioria, à luz do dia, demonstrando total desprezo aos órgãos de repressão e ao estado democrático de direito. A dupla de bandidos planejava implementar seu reinado de terror pelo interior do RJ e fugir do cerco dos agentes.
A unidade policial continuará as investigações para desarticular o grupo paramilitar e diminuir os índices de mortes violentas na região.

Deixe um Comentário